Unielfa

Aleitamento materno: entenda a importância e tire dúvidas

A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é de que a alimentação dos bebês, nos seis primeiros meses de vida, seja feita exclusivamente por meio do aleitamento materno. A estimativa, porém, é de que isso ocorra apenas para um terço dos recém-nascidos em todo o mundo. Embora muitas mamães tenham dúvidas sobre a produção e qualidade do leite, além de outros aspectos ligados à amamentação, é válido esclarecer que esse é todo o alimento que o bebê precisa no início da vida. Já é comprovado, inclusive, que ele auxilia na produção de anticorpos, previne doenças e pode até melhorar as capacidades cognitivas. Um estudo publicado neste ano pela revista científica The Lancet mostra que os gastos com problemas de saúde associados à ausência de aleitamento materno somam mais de US$ 300 bilhões no mundo. A pesquisa apontou que, se as taxas de aleitamento chegassem a 90%, a economia seria de US$ 6 milhões só no Brasil. Por fim, as estimativas apontam que cerca de 820 mil mortes de crianças poderiam ser evitadas anualmente só com uma melhoria nas taxas de amamentação. Quer saber mais? Confira no infográfico: POR QUE AMAMENTAR O leite materno é todo o alimento que o bebê precisa até os seis meses de idade. Mas você sabe por quê? PENSAR NO FUTURO De acordo com pesquisa realizada na Universidade Federal de Pelotas (Ufpel) com 3,5 mil recém-nascidos, uma criança amamentada por pelo menos um ano atingiu, aos 30, quatro pontos a mais no QI. Também houve acréscimo médio de R$ 349,00 na renda mensal. BENEFÍCIOS PARA O BEBÊ Contém todos os nutrientes que o bebê precisa até os seis meses. Ajuda no fortalecimento do sistema imunológico. É de fácil digestão. Está disponível a qualquer hora. Evita cólicas no recém-nascido. TAMBÉM É BENÉFICO PARA A MÃE Ajuda a estreitar laços com o bebê. Protege contra câncer de mama e ovário. Reduz o risco de síndrome metabólica após a gravidez. MITO SOBRE A AMAMENTAÇÃO Não existe leite manter fraco. Acredite, ele oferece toda a nutrição que o seu filho precisa e se molda de acordo com cada fase do bebê. Nada de adicionar suplementos.